Sobre

Escrever um sobre de um blog é praticamente o mesmo que escrever um manual para um livro.

O Culinária Masculina nasceu da análise de duas prerrogativas iniciais:

  1. O leitor anseia por conhecimento e mais conhecimento
  2. O leitor sabe fazer; mas sua desorganização o atrapalha

Partindo dessas prerrogativas, analisemo-las com mais detalhes:

  • O mercado de trabalho requer atualização contínua do conhecimento humano, portanto, nada mais natural que se aprenda e busque cada vez mais conhecimentos nas mais diversas áreas.
  • O saber é intrínseco da natureza humana. Lembre-se: a diferença entre você e seus mestres está apenas no fato de que eles leram antes…

Agora surge a questão: porque alguém teria coragem de lançar um blog tal como o Culinária Masculina? Oras bolas, se existe demanda, deve haver um fornecedor! Aí surgiu o Culinária Masculina, com o anseio de ensinar os mais típicos truques da culinária àqueles que buscam o conhecimento básico desta arte milenar!

Obviamente eu não tenho a petulância de dizer que sei mais sobre esta arte do que qualquer um de meus leitores. Muito pelo contrário, aprendo tanto (se não mais) quanto qualquer um que “folheia” as páginas repletas de receitas e lições do Culinária Masculina.

(…) Conta ponto saber fazer coisinhas: ovos mexidos, camarões, sopinhas, molhos, estrogonofes - comidinhas para depois do amor. E o que há de melhor que ir pra cozinha e preparar com amor uma galinha com uma rica e gostosa farofinha, para o seu grande amor? (…)

— trecho do texto Para Viver um Grande Amor, de Vinícius de Moraes