Culinária Masculina

Tudo aquilo que o homem sempre quis saber sobre aquele cômodo cheio de azulejos que não é o banheiro...

Panela de Pressão (Introdução)

Eu sempre achei que a panela de pressão fosse tipo a pós-graduação da culinária!

Simplesmente porque além de ser um artefato de difícil utilização, também dá origem a pratos deliciosos de elaborados. Basicamente pra mim, a panela de pressão é o que diferencia a cozinha da vó da cozinha de um homem, qualitativamente falando. Se bem que nossas avós nem sempre cozinham com panelas de pressão, e sim em fogões a lenha nos quais a “polenta ficava pronta quando se terminava de rezar o terço”, que era o que a vó da minha mãe (e do dono deste blog) dizia pra ela, mas aí o fogão a lenha seria quase o pós-doutorado…

Mas o objetivo da panela de pressão é simples: acelerar o cozimento das coisas, tornando o processo mais rápido! Ao invés de deixar a batata cozinhando 30 minutos pro purê, bastam cinco minutos! O princípio da panela de pressão é que, com o aumento da pressão, a temperatura aumenta sem que seja necessário maior exposição de energia, no caso, a chama do fogão. Mas eu não vou dar aula de física aqui, pra isso existe o Google e quem fez prova do ENEM no ano 2000 deve saber como é (lembro dessa questão até hoje!). Então, a vida fica muito mais fácil com uma panela de pressão, experiência própria! E mais gostosa também, dá pra fazer feijão, cozinhar peito de frango pra desfiar, cozinhar legumes rapidamente, dá até pra fazer arroz integral sem passar o dia inteiro na cozinha!

A panela é composta pela tampa e pela panela propriamente dita. É necessário as duas partes, pois a tampa tem um encaixe próprio, não sendo recomendado mesmo utilizar tampas diferentes da original da panela, pois pode ser que não vede. A válvula (aquela coisinha que fica no meio da tampa) deve estar desentupida, senão, BUM!!!! Explode mesmo!!! Pra testar, é só colocar a tampa embaixo da torneira e observar se a água passa do lado de dentro pela válvula. Agora não sei como se limpa, porque nunca precisei, mas é bom procurar lavar tudo direitinho depois de usar, com sabão e esponja mesmo. Outra coisa importante é a borracha de vedação, que deve estar macia, não pode estar esfarelenta ou quebradiça, e vedar bem, pra isso é só pôr água na panela é fechar, colocar no fogo e quando começar a chiar, verificar se o vapor sai pela válvula ou pelos cantinhos da panela… O certo é sair só pela válvula!

Agora que o instrumento já foi apresentado, a seguir, novas lições de como utilizar a panela!!!

« »

© 2017 Culinária Masculina. Theme by Anders Norén.