Culinária Masculina

Tudo aquilo que o homem sempre quis saber sobre aquele cômodo cheio de azulejos que não é o banheiro...

Caipirinha

Semana sem postar, o Carnaval me atrapalhou. Não obstante ser a maior festa do mundo, ele atrapalha a vida de muitos que não gostam do mesmo. Pasmem! Eu odeio o Carnaval! A não ser pelo grande feriado que ele proporciona, mas pra mim isso não faz diferença, estou em férias novamente! Esse é o preço que os alunos de universidades públicas pagam: férias fora de época… Mas nem do Carnaval eu gosto! De qualquer forma a receita de hoje vai para aqueles que usufruíram e muito do famoso Engov® antes e Engov® depois…

ingredientes

  • 3 limões devidamente lavados e cortados ao meio;
  • açúcar, muito acúcar. não me refiro a açúcar refinado ou cristal, não! qualquer tipo de açúcar que adoce o suficiente…;
  • gelo, gelo pra caramba porque pinga quente é o fim!;
  • o “mé” ou “pinga” mesmo (ou então a “caninha”);
  • moedor para caipirinha (ou alguma coisa que esmague os limões sem quebrar o recipiente);
  • e é claro, o recipiente (porque não existe “copo” de caipirinha, aquilo é quase um balde!);
  • um pano.


modo de preparo

  • amasse 5 das 6 metades de limão cortados juntamente com o açúcar;
  • coloque três colheres cheias de açúcar e não mais que isso, depois de pronto você vai experimentar e colocar a quantidade de açúcar que quiser (mas apenas mulheres gostam de caipirinhas doces, então, se for fazer para sua mulher/tia/sogra/irmã, filha não porque tua filha não bebe) exagere no açúcar;
  • continue amassando mesmo que você esteja cansado;
  • uma dica para que a caipira não fique muito azeda é tirar a casca do limão antes de amassá-los (não tente tirar depois de amassados);
  • adicione gelo até que não caiba mais gelos no recipiente;
  • agora vem o mais importante: coloque a pinga até o gargalo do recipiente… mas faça isso longe do fogo caso esteja ligado, esse procedimente é altamente explosivo!;
  • mexa bem, afim de fazer pelo menos o açúcar se dissolver;
  • amasse mais um pouco os limões para misturar bem;
  • decore com a metade do limão que sobrou, cortando-o em fatias delgadas (finas) e cortanto em um dos lados para encaixar no copo (se achar que isso é meio afeminado, pegue a metade que sobrou e chupe…);
  • limpe todo o local, inclusive o chão… dá uma olhada na bagunça que você fez!
  • experimente e, caso achar necessário, adicione mais açúcar.

“Magavilha!” como escuto em propagandas de bebidas alcoólicas. Mas vale lembrar o seguinte: se beber, não dirija. Se for dirigir, chupe os limões pra matar a vontade. Faça como o que o samba-enredo da Mocidade Independente de Padre Miguel disse nesse Carnaval… “Amor, paixão, velocidade é ilusão… Dirijo meu carro, se tomo um pileque, dou a vez na direção…“.

Beba com moderação.

« »

© 2017 Culinária Masculina. Theme by Anders Norén.